A importância do ser humano na operação hoteleira

Fonte: encatho.com.br/aspectoshumanosnahotelaria

A 31ª edição do Encatho & Exprotel trouxe neste dia 26 de julho, das 9h às 12h, na Sala Jurerê. O Painel: Aspectos Humanos na Operação. As palestras tiveram o intuito de ajudar os hotéis a atender melhor seus hóspedes e a se relacionar melhor com seus funcionários.

Quem abriu o painel foi a palestrante, Priscylla Silveira, Psicóloga, Vice-coordenadora do Núcleo de Desenvolvimento de Pessoas da ACIF, com o tema: Contratação na hospitalidade: uma trama ou um drama?

Entre os temas abordados, Priscylla contou que o oscar em contratatação é:
– Mapeie o “roteiro” (fluxo de contratação);
– Planeje bem cada “cena” (etapas e condições);
– Crie objetivos estratégicos da “narrativa” (longo prazo);
– Instigue transpor os “obstáculos” (desafios encontrados) e
– Surpreenda a “audiência” (clientes).

Na sequência teve o painel: Hotelaria Aprendente: como estimular o colaborador a autoaprendizagem, com o palestrante Jorge de Prado, SENAC -SC.

Jorge contou que o Sesc transforma a vida de milhares de catarinenses, trazendo bem-estar e crescimento, que é um benefício a todos os trabalhadores. Ele enfatizou, que os programas de bem-estar impactam no engajamento (86%), imagem organizacional em (82%), bem-estar geral (78%) e produtividade (76%) das empresas.

Desta forma, ele acredita que “o bem-estar é mais do que o estabelecimento de programas, ele tem que envolver, sensibilizar, informar, motivar e proporcionar, qualidade de vida, com isso, faz com que cresça as principais dimensões da qualidade de vida no trabalho”, concluiu o palestrante.

Já a palestrante Juliana Parmiggiani, falou sobre o tema: Treinando sua equipe, sem parar o seu hotel. Ela conta que nos dias de hoje o nosso concorrente não é mais o hotel do lado, mas o próprio atendimento.

http://encatho.com.br/aspectos-humanos-na-operacao-2/

O produto hoje é o atendimento, o atendimento bom, resulta em venda, a qualidade e quem atende bem, tem melhor retorno, quando o cliente se sente mal tradado, que o hotel não tem capacidade de resolver problemas de forma ágil perde cliente, conta Juliana.

As palestras tiveram o intuito de ajudar os hotéis a atender melhor seus hospedes e a se relacionar melhor com seus funcionários. Mostraram como é importante trabalhar junto com sua equipe de funcionários, a fim, de manter toda a estrutura funcionando, com eficiência, para garantir funcionários e clientes satisfeitos.

 Neste mesmo painel, a palestra de Segurança do Trabalho nos Meios de hospedagens, com Felipe Schneider, focou na qualificação e preparação das equipes para atuar em situações de risco e preventivas. As contribuições de Felipe foram complementadas por Edson Ziolkowski, com a apresentação do case do hotel BIZ, que no início do ano, em Fraiburgo-SC, teve sua estrutura comprometida pelas chamas.

“A situação poderia ter sido mais grave se a equipe não estivesse preparada”, afirmou Edson.

Como forma de homenagear os funcionários pelo brilhante trabalho, a ABIH-SC entregou uma placa que presta uma justa homenagem aos colaboradores deste importante empreendimento da hotelaria catarinense.